MUDAS DE MARIJUANA 1

Fazer cortes de marijuana é um processo relativamente fácil que podemos realizar seguindo certos passos.

A cannabis é uma planta que pode se reproduzir sexualmente, através da semente, ou assexuante, isto é, através de clones ou mudas.

As mudas são clones de uma planta que são utilizados fundamentalmente para preservar uma espécie que, por suas características (certo fenótipo, produção, etc.), não queremos perder. A escolha da planta a partir da qual decidimos fazer mudas depende de cada cultivador, uma vez que cada um procurará dentro de sua colheita os recursos que eles querem de acordo com suas preferências.

Estacas marijuana

Estacas marijuana

Há também muitos produtores que preferem começar a partir da muda, pois reduzem o tempo de colheita.

Em suma, e para explicá-lo facilmente, uma muda é um ramo de uma planta mãe que é estimulada a enraizar e formar uma nova planta. A muda ou clone reterá 99% das mesmas características que a mãe.

Para fazer as mudas, precisaremos de alguns materiais básicos:

  1. -Uma planta mãe saudável a partir da qual vamos pegar as mudas.
  2. -Cortador, bisturi ou tesoura afiada para fazer um corte limpo.
  3. -Hormônios de enraizamento.
  4. -Escove para aplicar hormônios.
  5. -Vaso de água.
  6. -Substrato onde vamos colocar as mudas.
  7. -Luz adequada para mudas (geralmente são utilizadas fluorescentes de baixo consumo).
  8. -Estufa ou propagador.

Antes de começar a fazer as mudas, devemos levar em consideração algumas coisas:

  1. -A área de trabalho deve ser limpa e desinfetada, bem como todos os utensílios que usaremos.
  2. -Devemos ter regado a planta mãe no dia anterior para que esteja bem hidratada quando as mudas são feitas e também devemos evitar o uso de espécimes muito jovens (menos de dois meses).

As mudas devem estar a uma temperatura de 18-22 ° C e com uma humidade de 90%, por isso é aconselhável utilizar estufas ou propagadores que possuem um aquecedor ou complementá-los com um cobertor térmico que nos permite controlar a temperatura e isso não vai muito baixo, caso contrário, as estacas irão morrer. As estufas nos permitirão garantir parâmetros adequados para o cultivo de mudas.

Mudas – passo a passo:

1. Escolhemos a planta mãe da qual vamos pegar as mudas.

Com o cortador ou bisturi, corte um dos ramos com um ângulo de 45º. O ramo deve ser firme e ter pelo menos 3 ou 4 nós e faremos o corte entre dois nós. Eliminamos as folhas de todos os nós, exceto do topo, e nós introduzimos o corte no copo de água. Em seguida, cortamos as pontas das folhas. Repetimos tantas vezes quanto desejamos.

2. Preparamos o substrato. Podemos escolher diferentes opções de acordo com nossas preferências:

  1. -Jiffys: devemos os mergulhar na água por 10 minutos e depois drená-los para remover o excesso de água.
  2. -Lã de rocha: sendo um substrato inerte, devemos ter mergulhado em água com um pH de 4,5.
  3. -Terra: colocamos a terra em alvéolos ou vasilhas onde depois colocamos as mudas.

Uma vez preparado o substrato com a ponta da escova ou a parte de trás de um lápis, fazemos orifícios no substrato um pouco mais largos do que o caule para depois introduzir as mudas e não perder o enraizamento dos hormônios..

3. Com a ajuda do pincel, untamos o corte com os hormônios de enraizamento.

Muitos cultivadores cortam a superfície onde os hormônios são aplicados ou fazem um corte e dividem-na pela metade para que a muda produza mais raízes.

Também podemos derramar o líquido em uma rolha e introduzir as mudas, em vez de usar a escova, mas o que devemos evitar é colocar a muda diretamente no pote.

4. Colocamos a muda no substrato escolhido e pressione o substrato um pouco para que ele esteja em contato com o clone.

Devemos apresentar pelo menos um nó sob o substrato e pelo menos dois nós mais devem estar acima.

5. Pulverizamos as mudas com água e as colocamos na estufa com a tampa fechada.

Nós os deixamos sob a fluorescência com o fotoperíodo 18/6. Nos primeiros dias, deve haver umidade de pelo menos 90%, o que reduziremos gradualmente.

6. Deixamos a estufa fechada e pulverizamos as folhas uma vez por dia para manter a umidade.

7. Após 4-5 dias, abrimos as escotilhas da estufa e deixamos as desta forma para que a umidade diminua progressivamente e em ar fresco.

8. Verificamos se o substrato não foi seco, se necessário, podemos colocar um pouco de água na parte inferior da bandeja por cerca de 10 minutos para hidratá-lo novamente.

9. Depois de duas semanas, podemos descobrir a estufa.

Observaremos como as mudas se comportam. Se eles caírem, devemos pulverizar as folhas, cobrir a estufa novamente e repetir o processo no dia seguinte até que estejam de pé.

10. Após 14-15 dias, as mudas já deveriam ter tomado raízes.

Algumas variedades podem enraizar-se na semana e outras podem ser um pouco mais tarde e não se enraízem até a terceira semana. Se depois de cerca de 25 dias as estacas não tiverem raízes, dificilmente o farão e teremos que descartá-las.

11. Quando as raízes aparecem fora do substrato, podemos transplantá-las para o meio definitivo.

Existem algumas variedades mais fáceis de clonar do que outras e teremos que levá-las em conta ao fazer as mudas, bem como escolher uma mãe saudável que não forneça cortes vigorosos.

Embora pareça um processo um tanto complicado, é fácil de executar, precisamos ser meticulosos e higiênicos. Seguindo estes passos, certamente podemos obter cortes de nossa planta favorita.

Não se esqueça de colocar rótulos com os nomes de cada variedade se selecionarmos mais do que uma mãe para fazer as mudas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

EQT S.L.U. actúa como se responsable de los datos que se recabaran en el presente blog. La finalidad es mostrar su comentario en el post, cuya base jurídica es su consentimiento expreso del articulo 6.1.a. RGPD. Se pueden ejercer en cualquier momento los derechos de acceso, supresión, limitación, portabilidad de datos u oposición dirigiéndose a la dirección postal: al correo electrónico: info@geaseeds.com. Con el checkbox Das tu consentimiento para el recabado de los datos volcados aquí, admitiendo que los mismos son verídicos, exactos y fiables, aceptando haber leído la política de privacidad.